9 práticas para manter a privacidade de dados dos do seu negócio mais segura

relógio

Publicado em 22 de janeiro de 2024

privacidade de dados

A privacidade dos dados tornou-se uma preocupação central para empresas e consumidores. A prática é principalmente impulsionada por avanços tecnológicos e regulamentações rigorosas. 

Além disso, com o aumento cada vez mais elevado dos ataques cibernéticos, proteger as informações confidenciais do seu negócio é mais crucial do que nunca em 2024. 

Neste blog, exploraremos boas práticas essenciais para garantir a privacidade dos dados da sua empresa neste cenário em constante evolução.

O que é privacidade de dados?

A privacidade de dados refere-se ao direito fundamental de indivíduos controlarem a coleta, o uso e a divulgação de suas informações pessoais. Este conceito está diretamente ligado à proteção da vida privada, assim como à capacidade das pessoas de manterem o controle sobre os detalhes pessoais que compartilham, seja online ou offline.

A prática é uma preocupação crescente, especialmente com o aumento da digitalização e da coleta de informações online. Dessa maneira, várias regulamentações, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), têm sido implementadas para proteger os direitos individuais e estabelecer diretrizes claras para as empresas lidarem com dados pessoais.

Para saber mais sobre esta lei e qual a relação com a privacidade de dados, continue a leitura do tópico a seguir.

LPGD: por que a privacidade de dados é tão importante para as empresas?

A importância da privacidade de dados para as empresas, especialmente no contexto da Lei Geral de Proteção de Dados (LPGD) no Brasil, ultrapassa a mera conformidade legal. Assim, a privacidade tornou-se um pilar essencial nos negócios modernos, moldando a maneira como as organizações interagem com informações pessoais de clientes, parceiros e funcionários.

Em um cenário em que a confiança desempenha um papel essencial, a proteção da privacidade é um fator determinante na construção de relacionamentos sólidos. Dessa forma, as empresas que demonstram um compromisso sério com a segurança e o tratamento responsável dos dados ganham a confiança dos stakeholders, estabelecendo assim uma base para o sucesso a longo prazo.

Além da conformidade com a legislação, a privacidade de dados resguarda as empresas contra riscos significativos, tanto financeiros quanto reputacionais. Isso porque as violações de dados podem resultar em penalidades severas, mas também em danos à imagem da empresa, afastando clientes e prejudicando a competitividade.

Confira 9 práticas para manter a privacidade de dados dos clientes em 2024

1. Conscientização e treinamento

O primeiro passo para manter a privacidade dos dados é garantir que sua equipe esteja plenamente ciente das ameaças e das melhores práticas de segurança. 

Portanto, invista em treinamentos regulares para todos os funcionários. Nesse sentido, aborde temas e cuidados como phishing, engenharia social e práticas seguras de armazenamento de dados.

2. Políticas de privacidade claras

Desenvolva e comunique claramente as políticas de privacidade da sua empresa. Além disso, certifique-se de que clientes e parceiros compreendam como os dados serão coletados, usados e protegidos. 

Mantenha ainda as políticas atualizadas e esteja em conformidade com as regulamentações locais e internacionais.

3. Controle de acesso

Implemente sistemas de controle de acesso rigorosos para garantir que apenas funcionários autorizados tenham acesso a dados sensíveis. Desse modo, utilize autenticação multifatorial e revise periodicamente os níveis de acesso para evitar violações não autorizadas.

4. Criptografia de dados

A criptografia é uma ferramenta fundamental para proteger informações confidenciais. Garanta que os dados em repouso, em trânsito e em uso sejam devidamente criptografados. 

Essa estratégia adicionará uma camada adicional de segurança, mesmo se os dados forem comprometidos, sequestrados ou roubados.

5. Atualizações e patching

Mantenha todos os sistemas e softwares atualizados regularmente. Isso porque ataques cibernéticos muitas vezes exploram vulnerabilidades conhecidas em sistemas desatualizados. 

Para isso, implemente uma política rigorosa de atualização e correção de patches para mitigar riscos.

6. Monitoramento constante

Adote ferramentas de monitoramento de segurança para identificar atividades suspeitas em tempo real. Assim, o monitoramento constante permite uma resposta rápida a incidentes de segurança e ajuda a evitar danos significativos.

7. Auditorias de segurança

Realize auditorias de segurança regulares para avaliar a eficácia das medidas implementadas. Sendo assim, identifique e corrija quaisquer vulnerabilidades, garantindo que seu sistema esteja sempre em conformidade com as melhores práticas de segurança.

8. Backup e recuperação de dados

Mantenha backups regulares de todos os dados importantes e teste os procedimentos de recuperação. Em caso de violação ou perda de dados, a capacidade de restaurar as informações é crucial para minimizar os danos.

9. Responsabilidade e transparência

Assuma a responsabilidade pela segurança dos dados do seu negócio. Se houver perda ou roubo de dados, seja transparente com seus clientes e parceiros, comunicando as ações tomadas para remediar a situação.

Que tal ter as ferramentas para fortalecer sua proteção de dados e a integridade do seu negócio? A Brisanet Empresas oferece tecnologias de cibersegurança para suprir as necessidades de sua empresa. Conheça nossos serviços.

Compartilhe

O que você achou?

Comentário
Nome *
E-mail *

Outros artigos semelhantes

Faça parte da comunidade Brisanet

Cadastre o seu e-mail para ficar atualizado com as nossas novidades.

icon jangada